Home

Matão pleiteia ser Município de Interesse Turístico

 Vereador Esquetini entrega solicitação para França durante encontro Foto: Fabrício SouzaVereador Esquetini entrega solicitação para França durante encontro Foto: Fabrício Souza

O secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Márcio França, recebeu na tarde desta quinta-feira (24), solicitação para que o município paulista de Matão, localizado a 305 km da capital, seja contemplado como Município de Interesse Turístico pelo Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias – Dade. O autor da solicitação, vereador José Edinardo Esquetini, pretende que com a medida, o município passe a receber aportes anuais de verbas destinadas ao turismo.

Durante o encontro, que ocorreu na Secretaria de Turismo, o vereador destacou o pontencial turístico de Matão, lembrando que a cidade organiza anualmente o tradicional evento de Corpus Chirsti, hoje, na sua 64º edição. A festa, que este ano acontece no dia 7 de junho, deve atrair milhares de visitantes, movimentando a economia do município.

Ainda segundo o vereador, a festividade já se tornou uma das marcas de Matão e, por esse motivo, sua estrutura é melhorada a cada ano sempre buscando excelência na recepção dos turistas. Estes e outros atrativos, como a bela Igreja Matriz Senhor Bom Jesus, credenciam a cidade como uma das pleiteantes do título de Município de Interesse Turístico.

Novas regras para o Dade 

Durante o encerramento do 56º Congresso Estadual de Municípios, que aconteceu no último dia 16/3, em São Vicente, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou mudanças no Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias – Dade. O projeto que, no momento tramita na Assembleia Legislativa, prevê a criação de um novo grupo de cidades pleiteantes à condição de Município de Interesse Turístico.

Segundo Alckmin, serão mantidas as 67 estâncias e será criado um novo grupo, composto por 335 cidades, denominado Município de Interesse Turístico, que terão a chance de evoluir à condição de estância. Este novo grupo, além de também anualmente receber recursos do Estado, será avaliado de dois em dois anos, com base em critérios que indiquem o potencial turístico de cada município.

“Será como um campeonato de futebol. Os três municípios do grupo de acesso que estiverem mais bem preparados subirão para o grupo principal e os três últimos colocados do grupo das 67 estâncias passarão para o grupo das 335 cidades” disse o governador durante seu discurso. Ainda segundo o governador, o fundo do Dade, que hoje já cresce em média 10% ao ano, nesse novo sistema poderá chegar a 300 milhões de reais em 2013.

Para o secretario de Turismo do Estado de São Paulo, Márcio França, o novo modelo além de garantir mais repasses para os municípios paulistas, trará ganhos na gestão dos recursos. “Este novo sistema que deverá ser implantado privilegia a meritocracia. Os municípios que estiverem mais bem preparados serão os que receberão a maior parte da verba”, diz.

Por Fabrício Souza

Mais:

O que é Dade?

Relação dos municípios estâncias

Manual de convênios 

Tags: