Facebook Twitter Youtube Flickr
Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 18 de novembro de 2018.

Vídeos

 
 
03/07/2018
Notícias
TURISMO RELIGIOSO É DESTAQUE EM TAMBAÚ, QUE AGORA É MIT
Localizado no nordeste do Estado de São Paulo, a 270 km da capital, a cidade de Tambaú, agora é Município de Interesse Turístico – MIT. Com 22 mil habitantes, recebe, por ano, cerca de 200 mil turistas interessados principalmente no Turismo Religioso, com foco na figura do Padre Donizetti Tavares de Lima e também nas cerâmicas artísticas desenvolvidas através da argila, promovendo significativa atividade econômica local. Como consequência, Tambaú ganhou um novo perfil, onde as fábricas se destacavam na paisagem urbana, o que fez com que a localidade, antes conhecida como “A Cidade das Chaminés Fumegantes” passasse a ser a “Cidade da Cerâmica”.
 
Tambaú é nome de origem Tupi que quer dizer 'Rio das Conchas' (Tamba-hy-rio das conchas ou dos mariscos). Tal designação foi consequência da identificação com que os índios nomeavam os lugares onde habitavam ou tinham sua região de caça ou pesca. O município de Tambaú seria um vasto campo de caça de alguma tribo. Objetos indígenas encontrados em locais da zona rural (pontas de lanças ou flechas, machadinhas, mão de pilão, e outros) confirmam essa hipótese, assim como as 'conchinhas bivalves', encontradas no leito arenoso do córrego Tambaú.
 
Já na década de 50, o município foi cenário de um fenômeno sócio-religioso importante envolvendo o Padre Donizetti Tavares de Lima, que se tornou conhecido  até internacionalmente devido ao movimento messiânico que marcou profundamente a história do município, transformando-o num polo do Turismo Religioso. Hoje, seu processo de beatificação encontra-se em trâmites na Congregação da Causa dos Santos, no Vaticano, em Roma. No mês de outubro de 2017 foi assinado pelo Santo Papa o decreto de Venerabilidade, tornando-o Venerável pela Igreja católica, onde todos os seus devotos aguardam ansiosos a assinatura, agora, do decreto de Beatificação.
 
Atualmente, Tambaú vem trabalhando com o Roteiro  “Fé e Arte”  que une os dois segmentos envolvendo os seguintes atrativos:  Museu Padre Donizetti, Cerâmicas Artísticas de Vasos, Santuário Nossa Senhora Aparecida e Mausoléu Padre Donizetti. O período de maior fluxo de turistas é nas datas comemorativas da Igreja católica: Domingo de Ramos, Marcha da Fé, Semana de Nossa Senhora Aparecida.  A cidade recebe no mês de junho, falecimento do Padre Donizetti, cerca de 40 mil turistas e quatro mil todos os finais de semana, pessoas  que vêm orar e participar da Marcha da Fé.
 
Aos finais de semana, muitos visitantes de cidades vizinhas se juntam aos de Tambaú, para novas emoções com esportes radicais como o rapel de cachoeira. Os pontos mais frequentados do município são:  Pontilhão,  Cachoeira da Fazenda São Geraldo e  Santuário a Senhora Aparecida. Vale destacar que o famoso jornalista e economista Joelmir Betting, já falecido, era natural de Tambaú e foi coroinha do Padre Donizetti , seu guia espiritual.
 
Donizetti Tavares de Lima nasceu na cidade de Cássia, em Minas Gerais, no dia 03 de janeiro de 1882. Vindo de uma família de 16 irmãos, era filho do advogado Tristão Tavares de Lima e da professora Francisca Cândida Tavares de Lima. Estudou em Franca, Sorocaba e no Seminário Episcopal de São Paulo, onde exerceu a função de organista e professor de música. Aos 21 anos já tinha tomado a decisão pelo sacerdócio e matriculou-se no curso de filosofia do Seminário de São Paulo. Completou seus estudos eclesiásticos em Pouso Alegre-MG, local em que se tornou sacerdote em 12 de julho de 1908.   Exerceu seu ministério sacerdotal em Campanha-MG, Jaguariúna-SP e Vargem Grande do Sul-SP. Chegou a Tambaú em 12 de junho de 1926 permanecendo até seu falecimento, em 16 de junho de 1961.
 
Padre Donizetti espalhou por Tambaú diversas obras sociais, entre elas destacam-se a fundação do asilo São Vicente de Paulo e da Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Tambaú. Criou, também, a Congregação Mariana, a Irmandade das Filhas de Maria e o Círculo Operário Tambauense. Na chamada “Casa dos Milagres”, nome dado à residência onde viveu, encontram-se inúmeros objetos deixados por pessoas que alcançaram uma graça. 
 
                                          Por Maristela Bignardi


Atalhos da página

  • Feliz Aniversário


  • Eventos do mês


     
  • Galeria de Fotos

     

Parceiros

AV. ESCOLA POLITÉCNICA,82
JAGUARE - SÃO PAULO, SP - CEP: 05350-000
TEL: (11) 3718-6500 -
SEG À SEX DAS 9H ÀS 18H
Rede Corporativa e-Solution Backsite