┴guas de Lindˇia

A 161 km do centro de São Paulo, na Região Administrativa de Campinas, está localizada Águas de Lindóia, estância turística encravada na Serra da Mantiqueira, ideal para famílias que procuram um lugar para se divertir e relaxar com o clima de tranquilidade e também para aqueles que buscam um pouco mais de aventura. Integrante do Circuito das Águas Paulista, este destino conhecido como a Capital Termal do Brasil, é a cidade mais ao norte do Estado, de todas as que integram o circuito, a menos de 10 km da fronteira com Minas Gerais e conta com quase 19 mil habitantes, de acordo com estimativa do IBGE/2020.

Sempre famosa por ser um importante centro hidroclimático do mundo, agora agrega outros atrativos, como passeios pelas propriedades rurais do município, até com cavalgadas. Vale saber que se destaca pelo expressivo comércio hoteleiro, até com grandes eventos, concentrando o maior número de leitos de hotéis por área urbana do Brasil. Notabiliza-se também pela produção de malhas, tricô, comércio regional de produtos de artesanato em madeira e couro e produção de doces caseiros. Para tanto conta com moderno comércio de lojas em shopping centers e outros locais de produtos variados em sua região central e bairros vizinhos. O Turismo de Compras é acentuado nesta estância.

O Balneário Municipal é uma boa opção para quem busca um roteiro relaxante com banhos especiais, massagens e piscinas

 
Muito além das compras, o Balneário Municipal e o Thermas da cidade
são boas opções para quem busca um roteiro mais relaxante, desde banhos especiais, massagens, piscinas com águas que nascem do solo a uma temperatura de 28%u02DAC e até mesmo os belos jardins criados por Roberto Burle Marx. Está comprovada pela medicina, há muito tempo, a ação terapêutica das Águas de Lindóia e se situa entre as de mais elevado teor radioativo do mundo. As fontes são as seguintes: São Roque, Filomena, Celestino Bourroul, Mme. Curie, da Saúde, Vida e Jatobá. Atualmente existem tratamentos alternativos para cálculos renais, excesso de ácido úrico, eczemas, cefaleias, artrites, reumatismos e problemas circulatórios. Entre eles, destacam-se o Banho de Imersão, o Banho Stangerbad, que age como uma acupuntura sem dor, a Hidromassagem, a Ducha Escocesa, o Banho de Espuma e a Massoterapia.

E o Turismo Religioso tem também seu destaque, em Águas de Lindóia, ao começar pela Igreja Nossa Senhora das Graças localizada ao pé do Morro do Cruzeiro, considerada o marco zero do município. Também vale passar pela Igreja Cristo Rei, que fica mais próxima da Praça Adhemar de Barros e, consequentemente, dos principais hotéis de Águas de Lindóia. Nesta mesma praça há os famosos trenzinhos, elementos clássicos de cidades do interior, que levam os turistas pelas ruas locais para ver os principais pontos turísticos. É uma ótima oportunidade para aqueles que não querem andar muito ou que estejam com crianças pequenas. Eles estão à disposição pela manhã ou depois do almoço. E quando a natureza é a preferência do visitante, a cidade dispõe do Bosque Zequinha de Abreu com linda alameda, escadarias sinuosas e um riacho que corre em toda a sua extensão. Rodeada por centenas de árvores, este bosque está ligado à Praça Adhemar de Barros e ao Balneário Termas de Lindóia. Bom lembrar que abriga as Feiras de Artesanato nos finais de semana.

Quando a preferência for cavalgada, esta é uma ótima idéia para conhecer o município por outros ângulos e usufruir diversos roteiros disponíveis, sendo que alguns têm a duração de até duas horas como é o caso do que vai até o alto do Morro Pelado, a 1.400 metros do nível do mar, distante quatro km da cidade, procurado com freqüência pelos voadores de asa delta. Esta plataforma de vôo livre é um dos cartões postais da cidade. Já para o turista que prefere ter à sua frente uma visão completa da cidade e dos horizontes pontuados pela Serra da Mantiqueira à sua volta, certo é ir até ao monumento do Cristo Redentor localizado no pico do Morro do Cruzeiro, com altitude de 1.200 metros, distante dois km do centro da cidade, O acesso pode ser por carro ou trenzinho turístico, que sai da Praça Adhemar de Barros. Tem mais: há a opção de agendar uma visita nos ranchos e sítios da região, que dispõem de inúmeras atrações para todas as idades, até com café da tarde acompanhado de muitas delícias produzidas na roça, com  destaque para os doces de frutas regionais.


A praça Adhemar de Barros, projetada por Burle Marx?, com belos jardins e grande lago, é cenário para feiras de arte
 
Conta a história que Águas de Lindóia surgiu da aventura de um jovem médico italiano, o Dr. Francisco Tozzi, nascido em 1870 na cidade de Benevento, província de Nápoles. Foi secretário da Saúde de Milão e aceitou convite de um amigo italiano, pároco da cidade de Socorro, para vir morar no Brasil e prestar assistência médica. Chegou em 1900 em Socorro,  e em 1909, este médico, fundador de Águas de Lindóia, soube da história de um padre da cidade de Lindóia, vizinha à Socorro e Serra Negra, que havia sido curado de um eczema de pele utilizando as águas que jorravam a 28 graus de um morro denominado "Águas Quentes". Após mandar analisar aquela água e confirmar suas propriedades curativas, o Dr. Tozzi adquiriu as terras ao redor das fontes e iniciou em 1910 a construção das Thermas de Lindoya. Foi elevada à categoria de município em 30 de dezembro de 1953, desmembrando-se de Serra Negra. A palavra Lindóia, segundo estudiosos é corruptela do Tupi Rindoya e significa: água insípida e quente ao paladar.

Como chegar em Águas de Lindóia, saindo da Capital:  no km 95 na Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), entrar à direita para entrar na Rodovia Anhanguera (SP-330) e 700 m depois, acessar novamente à direita a saída 103 B da Rodovia D. Pedro I (SP-065). Após 10 km, entrar no trevo sentido Mogi-Mirim e seguir pela Rodovia Gov. Adhemar Pereira de Barros (SP-340), pegando a saída 157 à direita. A partir daí, basta seguir as placas que indicam Águas de Lindóia.

 
Saiba mais em: https://www.aguasdelindoia.com.br//