Altinópolis

Altinópolis, um município da Região Metropolitana de Ribeirão Preto, com uma altitude média de 950 metros, proporciona de quase todos os lugares da cidade uma vista panorâmica das serras que a rodeiam. Distante 346 km da Capital é conhecida pelas suas atrações turísticas, como as esculturas de Bassano Vaccarini e inúmeras cachoeiras e grutas. Com uma população estimada de 16.203 pessoas, pelo IBGE/2020, tem o privilégio de possuir um agradável clima serrano, além de oferecer o sossego e a tranquilidade do interior. Altinópolis também agrada e oferece condições aos praticantes dos esportes de aventura, como o rapel e o trekking.
 
Vale destacar que este município possui um dos poucos museus a céu aberto de todo o mundo, com belas esculturas do mestre Bassano Vaccarini (1914 – 2002). Trata-se da Praça das Esculturas que reúne grande parte das obras do artista que nasceu em San Columbrano al Sambro, na Itália e chegou ao Brasil após a Segunda Guerra Mundial, em 1946, capitaneando uma comitiva de artistas plásticos italianos para uma exposição e escolhendo Altinópolis como seu grande atelier. Além de professor de Artes Plásticas da FAU-USP (em São Paulo) e da Unaerp (em Ribeirão Preto, onde morou), Vaccarini foi figurinista, cenógrafo, diretor do Teatro Brasileiro de Comédia, pintor e escultor notável.
 

A Gruta do Itambé conta com mais de 28 metros de altura em sua fachada e 350 metros de galerias internas
 
Os turistas que gostam de museus e de conhecer a história e a cultura locais podem visitar o Museu e Casa da Cultura para saber mais sobre a vida deste artista plástico italiano. Situado em um imponente prédio no centro da cidade, o visitante conhecerá o acervo do artista, formado por esculturas em raízes, bronze, pinturas e desenhos. Outros lugares com a marca do Vaccarini são o Painel San Martinho e o Jardim das Esculturas, com 42 obras do artista. Durante a noite, uma boa caminhada é pelo centro histórico de Altinópolis, passeando pelo Parque da Lagoa, pela Praça da Conversa e pela Praça do Trabalhador.

Com uma vasta área verde, este destino possui atraentes paisagens e ótimas opções para o ecoturismo em seus diversos rios, cachoeiras, grutas e corredeiras. Além dos cenários naturais, a gastronomia completa a cultura local, com uma excelente comida típica caipira feita no fogão à lenha. No calor, a dica é tomar banho de água doce e gelada na Cachoeira do Itambé. A atração está localizada numa reserva florestal e conta com 60 metros de queda d’água – ideal para rapel. Outro destaque na cachoeira são as trilhas para conhecer a região e áreas para piqueniques. Visita obrigatória: o Morro da Mesa que é perfeito para assistir ao pôr do sol que fica a 40 km do centro da cidade, entre a divisa dos estados de São Paulo e Minas Gerais, com vista panorâmica para a região.

 


O trabalho do artista plástico italiano Bassano Vaccarini também está no Jardim das Esculturas com 42 obras
 

Outro ponto de encontro dos turistas com a natureza é a Gruta do Itambé, que conta com mais de 28 metros de altura em sua fachada e impressionantes 350 metros de galerias internas. A formação rochosa e o desgaste natural das pedras da área deram origem à formação. Para chegar até lá é necessário se afastar do centro da cidade, já que ela se localiza cerca de 12 km de Altinópolis, na região serrana. Tem mais: este destino que é Município de Interesse Turístico – MIT, desde 2017, dispõe de cinco rios que geram 35 quedas d'água por cachoeiras e cascatas e uma delas tem 72 metros de altura. Também há roteiros turísticos com oito grutas devidamente catalogadas. Atrações diversificadas para todos.

Em relação à história deste MIT, o povoamento do local se iniciou no séc. XIX e com a construção da antiga Estrada de Ferro, o crescimento da cidade alavancou. Com a chegada de imigrantes italianos, portugueses, sírios e libaneses, além da plantação de café e a pecuária, começaram a surgir as primeiras ideias da independência do Distrito em relação à cidade de Batatais. E em dezembro de 1918, foi elevada à categoria de município, onde foi vencedor, por plesbicito, o nome de Altinópolis, em homenagem ao presidente do Estado de São Paulo, Dr. Altino Arantes. No dia nove de março de 1919 foi instalada a primeira Câmara Municipal simbolizando, esta data, a fundação da cidade. Finalmente, em 25 de abril de 1965, instalou-se a comarca de Altinópolis, sinalizando completa independência e autonomia do município.

Como chegar

Para ir até Altinópolis, saindo da Capital, é preciso acessar a SP 330 (Rodovia Anhanguera), até saída 318 A e seguir pela SP 334 (Rodovia Cândido Portinari) até a saída 348.




 
Mais informações: www.altinopolis.sp.gov.br