Barretos

Localizada na região norte do Estado de São Paulo, a 421 km da Capital, a cidade de Barretos não leva o título de “Capital Nacional do Rodeio” em vão. O município é conhecido pela tradicional Festa do Peão, considerada o maior festival de rodeio e de música sertaneja do Brasil, além de outros pontos turísticos. Desde 2017, tem o título de Município de Interesse Turístico - MIT, e foi fundada no dia 25 de agosto de 1854 e, segundo estimativa do IBGE/2020, conta com 122.833 habitantes. É o sétimo maior município do Estado e por sua localização geograficamente favorecida, aos poucos foi ganhando destaque também como um grande centro pecuarista.

Já faz tempo também que é conhecida em todo Brasil, pela Festa do Peão de Boiadeiro. Tudo começou em 1947, quando então o prefeito Mário Vieira Marcondes organizou uma festa de peões em comemoração ao aniversário da cidade. Em 1956, nos dias 25 e 26 de agosto, o clube “Os Independentes” deram continuidade ao evento promovido pelo prefeito e organizaram a 1ª Festa do Peão de Boiadeiro, sendo a primeira festa oficial do gênero no Brasil.
O evento conta com muitas atrações tradicionais, rodeios, shows de sertanejo e concursos: o do berrante, um dos tradicionais instrumentos do peão; o pau de sebo, onde os participantes tentam subir em um mastro de 9 metros, envolvido por sebo bovino, para pegar uma bandeira; e o concurso culinário da queima do alho, que é o nome dado para a tradicional culinária típica das comitivas de peões de boiadeiro.


 

A Catedral do Divino Espírito Santo, padroeiro da cidade, foi construída com um estilo greco-romano.

 
Segundo pesquisa da SETUR/SP, a Festa do Peão movimentou R$ 900 milhões entre os dias 15 e 26 de agosto de 2019. Em 11 dias de evento, a 64ª edição recebeu um público de 800 mil pessoas, sendo 58% turistas. Além desta tradicional festa, Barretos conta com outras atrações que reforçam a cultura country. Assim é possível visitar a fabrica de chapéus e conhecer como é feita a produção artesanal até a finalização. Tema mais: a Estação Cultural Placidino Alves Gonçalves era uma antiga estação ferroviária que, no século passado, atendia as necessidades do transporte férreo da atividade pecuária da cidade e, atualmente, tornou-se um espaço para exposições culturais.

O Parque dos Peões é outro ponto turístico interessante deste destino que contempla o Memorial do Peão, com informações desde a 1ª festa e detalhes da história, e o Estádio de Rodeios projetado em formato de ferradura pelo grande arquiteto Oscar Niemeyer.


 

Destaque para o Estádio de Rodeios projetado em formato de ferradura pelo grande arquiteto Oscar Niemeyer

Para os mais devotos, é possível visitar a Catedral do Divino Espírito Santo, padroeiro da cidade, construída com um estilo greco-romano e um “Museu Sacro” com um acervo histórico que preserva a história da igreja e da cidade.
Barretos ainda dispõe  de outras atrações, como o Marco Histórico, o Museu Histórico, Artístico e Folclórico “Ruy Menezes”, o Recinto Paulo de Lima Correia e o Barretos Country Resort & Thermas, primeiro resort country do país. O que não falta é lugar para se exaltar a cultura country em Barretos.

Como chegar

Para ir até Barretos, saindo de São Paulo, é preciso acessar a SP-348 (Rodovia dos Bandeirantes) até a saída 168, SP-310 (Rodovia Washington Luiz) até a saída 292 e a SP-326 (Rodovia Faria Lima) até a saída 421.
 

 
Mais informações: www.barretos.sp.gov.br