Brotas

Localizada na região central do Estado de São Paulo está a bela e atrativa estância turística de Brotas, distante 246 km da Capital. Sua área extensa – são 1.101,373 km² - permite uma grande variedade de opções para seus visitantes e seus 24.636 moradores, segundo estimativa do IBGE/2020, sendo um deles o cantor Daniel, que nasceu na cidade e até compôs o hino municipal junto com o cantor Rick.

A origem do nome Brotas não é bem definida, e há quatro sugestões para esta tarefa. A primeira é que significa olho d'água; a segunda é por causa do broto do capim, que era o mato que brotava após a pousada de trilheiros; a terceira é a que Brotas seja derivado de “bolotas”, por causa dos bolos característicos fabricados na cidade e a última e mais aceita é que a Dona Francisca Ribeiro dos Reis, fundadora da cidade e descendente de portugueses, era devota de Nossa Senhora das Brotas e teria colocado este nome como uma homenagem à santa. No interior da Capela de Santa Cruz há uma imagem da santa do século XIX.



A atividade turística, incluindo o rafting, é grande fonte de renda da cidade, hoje considerada a “Capital da Aventura”

Bom ressaltar que a atividade turística é a principal fonte de renda da cidade e se destaca quando o assunto é aventura, ganhando até o apelido de “Capital da Aventura”. No município é possível praticar rafting, rafting noturno, mini-rafting, kaiak rafting, canionismo, tirolesa, arvorismo, boia cross, passeio de quadriciclos, mountain bike e off road. Um dos principais pontos de Brotas é o Rio Jacaré Pepira, um dos únicos rios limpos de São Paulo e tem uma grande importância para o turismo do município, pois na década de 90 a construção de um curtume ameaçava a qualidade da água, mas a iniciativa de um grupo de jovens que começaram a mapear o rio demonstrou a potência que tinham na cidade para o Ecoturismo. Sua nascente tem 174 km e deságua no rio Tietê, e assim são formadas mais de 50 cachoeiras e quedas d'água e há uma diversidade de fauna e flora em toda sua extensão.

O Ecoturismo dessa estância é ideal para relaxar e aproveitar o contato com a natureza, com parques e atrativos feitos para o gosto do visitante. Localizado no centro encontra-se o Parque dos Saltos, por lá é possível apreciar a beleza da natureza e relaxar. Ele foi construído numa área de grande desnível do rio Jacaré Pepira e abriga uma pequena usina hidrelétrica desativada. A pequena represa forma uma bela cachoeira, juntando a beleza da natureza com a da mão do homem e é possível fazer diversos passeios por lá. Para quem quer relaxar nas piscinas naturais a Brotas ainda conta com uma variedade de sítios e fazendas voltadas para o Ecoturismo e as belezas que a região carrega, como o Cassorova EcoParque, onde estão a cachoeira Quatis e a Cassorova, cartão postal de Brotas.





O Recanto das Cachoeiras, em Brotas, é um especial parque ecológico para os que apreciam a natureza

Os atrativos não param por aí, a cidade também proporciona muita cultura. O Centro Cultural e Museu do Café ficam em um antigo casarão com a exposição fixa de artigos usados no período da colheita de café; há um atelier de arte cerâmica em raku aberto para visitação e com apresentações sazonais de queima de raku, tradição japonesa da queima da arte; para quem gosta de produtos artesanais, doces, licores e vários tipos de cachaças envelhecidas, as ofertas são inúmeras e tem também o Cine São José, um tradicional cinema de Brotas que foi restaurado pelo cantor Daniel.

A história conta que Brotas começou a ser formar em 1839 com a construção da Capela de Santa Cruz, no qual o terreno fazia parte do território da região de Araraquara e era cortado pelas trilhas de expansão de Minas para o interior de SP. Dois anos depois, em 1841, tornou-se distrito de Araraquara, em 1853 foi transferida para o Rio Claro e no dia 14 de fevereiro de 1859 elevou-se à Município. No começo, sua economia era movimentada pelo café e tantas outras atividades agrícolas, mas o ecoturismo que se destaca e há tempos movimenta o município, possibilitou a conquista do título de estância turística em 2014.


Como chegar

Para ir até Brotas, saindo de São Paulo, é preciso acessar a Rodovia dos Bandeirantes (SP 348) ou Rodovia Anhanguera (SP 330) e, em seguida, a  Rodovia Washington Luís (SP 310).



Mais informações: https://brotas.sp.gov.br