Cachoeira Paulista

Distante 202 km da Capital encontra-se Cachoeira Paulista, localizada na Região Metropolitana do Vale do Paraíba, aos pés da Serra da Mantiqueira. A cidade, com aproximadamente 33.581  habitantes, de acordo com o IBGE de 2020, integra o Circuito Religioso e da Fé, que abriga o maior santuário católico do Brasil, em Aparecida, além da cidade do primeiro santo brasileiro, Frei Galvão, Guaratinguietá.  Desde 2018, é Município de Interesse Turístico -MIT e guarda em sua história passagens da Revolução Constitucionalista de 1932 e já teve sua economia baseada na cafeicultura. Hoje é uma cidade voltada ao turismo, em especial ao Turismo Religioso. Recebe mais de um milhão de visitantes ao ano atraídos pela Comunidade Canção Nova (Grupo Católico Romano) e o Santuário de Nossa Senhora de Santa Cabeça.

Destaque para o Mirante Padre Léo que foi construído na parte mais alta da cidade no ano de 2010. Em área privilegiada da cidade, no bairro Jardim da Fonte oferece belíssima vista para a Serra da Mantiqueira, parte do Vale do Paraíba, toda a cidade e seus diversos pontos turísticos. A fim de se confirmar a religiosidade da cidade, este mirante prestou uma homenagem ao Padre Léo (Tarcísio Gonçalves Pereira), sacerdote da Congregação do Sagrado coração de Jesus que, durante anos, atuou no sistema de comunicação da Canção. Com 30m de altura, a estátua do Padre Léo une-se aos atrativos do turismo religioso na cidade, atraindo muitos fiéis.

 

Visão Panorâmica de Cachoeira Paulista pelo Mirante Padre Léo que foi construído na parte mais alta da cidade

 
Além da oferta religiosa, este destino oferece outras opções turísticas, como as de aventura e o histórico. O Parque Ecológico Nelson Lorena, por exemplo, é um atrativo com aproximadamente 15.000 m2, e possui ampla variedade de opções de lazer e aventura para todas as idades, com quatro lagos, parques infantis, espaço cultural, uma riqueza de fauna e flora, além de quiosques para alimentação. E ainda há a Casa do Artesão, que está localizada nas dependências do Parque. Já a cultura passa pelo Museu Histórico e Pedagógico Dr. Costa Jr. que possui em seu acervo documentos e objetos da Revolução Constitucionalista de 1932, além de conter documentos e objetos folclóricos da cidade e região, inclusive mobílias antigas. Também está dentro do Parque Ecológico. Outra atração cultural é o Teatro Municipal de Cachoeira Paulista, fundado em 1885, teve sua obra interrompida por dez anos e apenas em 15 de abril de 1895 teve sua construção concluída. É possível observar o estilo neoclássico por toda a fachada do Teatro, que já foi palco de grandiosas peças, recebendo cantores e músicos renomados e gênios como Villa-Lobos.

Tem mais: este município abriga aquela que foi considerada uma das mais magníficas construções ferroviárias da história deste país. Inaugurada em 1875, a Estação Ferroviária de Cachoeira Paulista marcava o ponto de encontro entre dois importantes ramais ferroviários do Brasil: a Estrada de Ferro do Norte (também conhecida como Estrada de Ferro São Paulo – Rio) e a Estrada de Ferro Dom Pedro II, que vinha desde a cidade do Rio de Janeiro. Hoje ainda exibe traços da bela arquitetura empreendida na época de sua construção. E no
rio Paraíba do Sul, encontra-se o Pontilhão de Ferro da antiga RFFSA (Rede Ferroviária Federal Sociedade Anônima), que foi inaugurado em 15 de maio de 1893. Esta destacada estrutura metálica fazia a ligação ferroviária entre a linha férrea Imperial e a linha férrea São Paulo. O engenheiro construtor foi o Dr. Newton Benaton.

Conta a história que a origem do nome Cachoeira Paulista deve-se ao fato de o Rio Paraíba ter algumas corredeiras após o pontilhão de Ferro da MRS Logística (antiga Estrada de Ferro Central do Brasil). Antes de se chamar Cachoeira Paulista, a cidade teve sete nomes diferentes: Porto da Caxoeira, Arraial do Porto da Cachoeira, Porto da Cachoeira, Arraial porto da Cachoeira de santo Antônio, Freguesia de Santo Antonio da Cachoeira, Vila de Santo Antonio da Bocaina, Vila de Santo Antônio da Cachoeira, Vila da Bocaina, Bocaina, Cachoeira, Valparaíba. A cidade surgiu a partir de uma pequena capela em homenagem ao Senhor Bom Jesus, em 1780, que era erigida pelos devotos. Em 1784, a capela ganhou uma grande porção de terras, permitindo que o vilarejo que estava instalado ali, fosse aumentado. Abrigava diversas choupanas de sertanejos, que em sua maioria eram pescadores e utilizavam o Rio Paraíba como forma de sustento. Em nove de março de 2021, a cidade completou 141 anos de fundação.



Crucifixo do Santuário de Nossa Senhora de Santa Cabeça localizado na zona rural e que atrai milhares de fiéis

 
Como chegar

Para ir até Cachoeira Paulista, saindo de São Paulo, é preciso acessar a BR-116 (Rodovia Presidente Dutra) até a saída 39.


Mais informações: www.cachoeirapaulista.sp.gov.br