Dois Cˇrregos

A Região Turística Caminhos do Tietê, no centro-oeste do Estado de São Paulo, reúne 12 cidades, com muita natureza, tradição, cultura, gastronomia e diversas opções para Turismo de Aventura. Uma delas é Dois Córregos, de
27.512 habitantes, de acordo com estimativas do  IBGE/2020, e que tem o título de MIT (Município de Interesse Turístico) desde fevereiro de 2019. Conhecida por sua denominação de Capital Nacional da Macadâmia e, por seus dotes artísticos, também Capital Nacional da Poesia, Dois Córregos é um destino que dispõe de atrações para todos os gostos, beneficiado pelo caudaloso rio Tietê, e fica distante 265 km da Capital.


A geografia da região ajuda muito. Além de parques aquáticos com piscinas e toboáguas para toda a família, no entorno da cidade há 20 cachoeiras, praias de água doce e belas paisagens para o visitante que pratica esportes de aventura, turismo rural com ciclismo rural e ecoturismo. Tem mais: o Festival de Poesia de Dois Córregos é referência no Estado, por sua vez, o rico artesanato local, muito procurado, é originário das tribos indígenas que habitavam a região. Como referência de preservação, o município tem mais de 40 casarões e casa antigas do final do século 19 e primeira metade do século 20. Muitos destes imóveis são decorrentes da fase áurea da produção cafeeira local. E um interessante passeio é pelo Museu Histórico e Ferroviário José Leopoldo Barros Nogueira, com acervo muito rico para pesquisadores. É uma réplica da estação de Marselha na França, destruída na 2a Guerra Mundial.

 

 
O belo Museu Histórico e Ferroviário é uma réplica da estação de Marselha, da França, destruída na 2a Guerra Mundial

O Turismo Gastronômico é destaque neste município. Além da chuleta, do sorvete artesanal e da goiabada cascão que são típicos da culinária local, a macadâmia é a estrela local. Trata-se de uma variedade de noz originária da Austrália, sendo que a cidade é uma das três maiores produtoras do Brasil (35% do total) e a maior do Estado de São Paulo. A colheita dessa noz vai de janeiro a julho e em Dois Córregos, a guloseima mais vendida é o Sorvete de Macadâmia Caramelizada. Desde 2013, acontece a Festa da Macadâmia, com três dias de shows, palestras e concursos de gastronomia, no segundo semestre do ano e com entrada gratuita. Como curiosidade, em 1999, foi realizado o longa-metragem “Dois Córregos”, tendo a cidade como cenário e dirigido em  por Carlos Reichenbach, com Beth Goulart e Carlos Alberto Riccelli no elenco. Música de Ivan Lins.



Fundada em 1856, a cidade começou como local de pousada para tropeiros que seguiam os caminhos do oeste paulista e do Mato Grosso, em meados do século XIX. Como era situada às margens do rio do Peixe (um afluente do rio Jaú), a chamada Pousada dos Dois Córregos era cercada pelos córregos Lageado e Fundo, daí vem o nome do município. Em divisão administrativa do Brasil referente ao ano de 1911, o município era constituído por dois distritos: Dois Córregos e Figueira. Em divisão territorial de 1960, o município tinha dois distritos: a sede Dois Córregos e Guarapuã, assim permanecendo até hoje.

 

O Turismo Gastronômico é destaque local, em especial o sorvete e a  macadâmia, produtos muito procurados


Como chegar

Para ir até Dois Córregos, saindo de São Paulo, é preciso acessar a SP-348 (Rodovia dos Bandeirantes) até a saída 134, a SP-304 (Rodovia Luiz de Queiróz), Vias urbanas de Piracicaba e a SP-304 (várias denominações) até a saída do km 270 e a SPA-270/304 (Rodovia Léo Guaraldo).



 
Mais informações: www.doiscorregos.sp.gov.br