Espírito Santo do Pinhal

“Do Genoma à Xícara” é um roteiro turístico-cultural, técnico e histórico onde os visitantes percorrem uma lavoura de café para que se veja de perto a qualidade da produção, o manejo da colheita e da pós-colheita da planta. Nesse “Coffee Trip”, os turistas são levados à sede do histórico Sítio Santa Rita do Olho d’Água onde, além de conhecerem a produção da planta nas antigas fazendas, são recebidos com um legítimo café da roça feito no fogão a lenha, com bolos, pães e geleias caseiras.  Esse tour dedicado ao café sai do centro histórico da bela Espírito Santo do Pinhal, um destino muito interessante, pertencente à Região Turística Mogiana Paulista e que fica a 193 km de São Paulo. Considerada a “Rainha das Serras”, Pinhal (como também a chamam) é município de interesse turístico – MIT, desde maio de 2017.

Imersa em plena Serra da Mantiqueira, Espírito Santo do Pinhal tem 44.471 habitantes (pelo IBGE de 2020) e está situada num planalto com campos suavemente ondulados, a uma altitude média de 900m acima do nível do mar. Inclusive há em sua região a presença dos climas tropical de altitude e subtropical com invernos secos e uma média anual de quatro dias de geada. Tida como possuidora de um dos melhores climas do País, a “Rainha das Serras” é circundada por uma paisagem surpreendente e fontes de águas minerais de qualidade, sendo muitas as suas ofertas de hospedagem, eventos e lazer.
 
 

O Lago Municipal, sob o ar da Serra da Mantiqueira, é perfeito para praticar exercícios e relaxar em meio à natureza
 
Fazendo fronteira com Minas Gerais, Pinhal é um destino turístico em ascensão no interior paulista. A cidade já foi apontada como a “Toscana Brasileira”, devido ao seu clima propício para a viticultura, à boa mesa e ao charme que invade as vinícolas no seu entorno. A presença da Serra da Mantiqueira garante aos olhos (e máquinas fotográficas) dos turistas a contemplação de paisagens bucólicas a perder de vista. O coração da cidade é a Praça da Independência, com boa iluminação, uma bela fonte iluminada e a magnífica Igreja Matriz do Divino Espírito Santo. A Praça é rodeada por casarões conservados, que preservam a história de Pinhal e também é ideal para passeios em família. E a cidade tem verdadeiros cenários europeus.

O clima, a temperatura e a insolação possibilitam terreno fértil para o cultivo de uvas, tornando Espírito Santo do Pinhal um verdadeiro “terroir” (um conjunto de terras de uma região própria para a agricultura), especialmente para o tipo Syrah, uma das mais antigas castas de uva tinta da História, e um enoturismo que se destaca nos meses de inverno (julho e agosto) para visitação às vindimas. Mas não se fala de Pinhal sem falar do café, cujas histórias praticamente se confundem. A cidade se destaca pela produção de grãos finos de café, muito procurados por importadores exigentes, sendo reconhecida internacionalmente por sediar vários eventos do segmento, como o Festival Nacional do Café, promovido sempre no mês de outubro, com uma programação rica em shows, praça de alimentação e exposição agrícola.
 


Theatro Avenida está em edifício tombado e recebe apresentações de dança, teatro, música e stand up em seu palco

Curiosidades:

•     A cultura cafeeira de Espírito Santo do Pinhal ainda pulsa em prédios como o Palácio do Café, imponente edifício situado à Praça Rio Branco.
•     Em frente ao Palácio, está uma estátua de bronze, “O Colhedor de Café”, esculpida por Lecy Beltran, em homenagem aos cafeicultores.
•     O nome da cidade é devido a uma invasão de uma propriedade, a Fazenda do Pinhal, cujo território tornou-se uma vila a partir de 1877.


Como chegar

Para ir até Espírito Santo do Pinhal, saindo de São Paulo, é preciso acessar a  SP-348 (Rodovia dos Bandeirantes) até a saída 47, a SP-330 (Rodovia Anhanguera) até a saída 86, a SP-083 (Rodovia José Roberto Magalhães Teixeira), a SP-065 (Rodovia Dom Pedro I) até a saída 133, a SP-340 (Rodovia Gov Adhemar de Barros) até saída do km 172-A e a SP-342 (Rodovia Gov Adhemar de Barros) até a saída 200-A.

 
Para saber mais, clique no site www.pinhal.sp.gov.br