Guararema

Em 1999, foi feita a reurbanização do Recanto do Américo (ou do Pau D’Alho), uma bela e tranquila praça que comemorou, na ocasião, o aniversário de cem anos da pequenina e histórica Guararema, tornando-se assim um dos mais belos e procurados pontos turísticos locais, um dos cartões-postais da cidade. Guararema, cujo nome em tupi-guarani, significa “pau d’alho”, devido à abundância dessa árvore na região, obteve em maio de 2017 o selo de município de interesse turístico (MIT) e não foi por acaso. A localidade, que segundo historiadores, teve Brás Cubas como o primeiro europeu a pisar em suas terras na segunda metade do século XVI, hoje é um destino turístico que mistura marias-fumaças, rochas pré-históricas e recantos ao pé do rio.

Guararema, para quem segue em direção ao Rio de Janeiro pela rodovia Dutra (a BR-116) a partir da capital paulista (a cuja distância fica de 76 km), é a última municipalidade da Região Metropolitana de São Paulo. A cidade tem uma população da ordem de 30.136 habitantes (segundo o IBGE de 2020) e faz parte da Região Turística Nascentes do Tietê. Entre os vários equipamentos turísticos guararemenses que atraem os visitantes, está o Mirante do Gerbásio. O local, cujo nome homenageia um ex-prefeito, é um ponto de entretenimento inaugurado em 2018 que oferece, além das fontes de água e luzes interativas, com uma vista privilegiada da Mata Atlântica e do Rio Paraíba do Sul, um espaço de gastronomia, lazer e contemplação.

 


Bom atrativo é o passeio turístico-cultural da Maria Fumaça que sai da Estação Central, ao estilo inglês do século XIX

 
O Parque Municipal da Pedra Montada, por exemplo, é um passeio agradável. Ele foi construído no entorno de uma belíssima e sui generis sobreposição de duas pedras, cada uma medindo nove metros de comprimento por 2,5 metros de altura. Os turistas podem aproveitar e dar uma esticada até a Pedra do Tubarão, que é outra pedra enorme desta vez, com a forma de um tubarão. O grau de dificuldade desse passeio é moderado, o caminho é autoguiado e há bancos para descanso ao longo do percurso. Por sua vez, as igrejas coloniais de Nossa Senhora da Escada e de Nossa Senhora d’Ajuda, ambas do século XVII, estão entre as mais antigas do Estado de São Paulo. A igreja da Escada, por exemplo, é a única no Brasil que possui uma imagem de São Longuinho.

Restaurantes, lanchonetes e opções de hospedagem não faltam a Guararema. Já a bela Estação Central, com arquitetura ao estilo inglês do século XIX, tem uma história que se confunde com a da própria cidade. A partir da estação, o turista pode fazer um passeio turístico-cultural de Maria-Fumaça até proximidades com Mogi das Cruzes, uma vez que esse trecho da Estrada de Ferro Central do Brasil foi reativado. Da Estação Central, pode-se ver um pontilhão de ferro também de design inglês. Os visitantes podem, da mesma forma, aproveitar e fazer atividades de ecoturismo nas águas não poluídas do Rio Paraíba do Sul (que corta parte da cidade), para praticar caiaque, jet-ski, nadar e pescar piaus, piabas, curimbatás e outros peixes.

 


A igreja colonial de Nossa Senhora d’Ajuda, do século XVII, está entre as mais antigas do Estado de São Paulo
 
Curiosidades:

•     Guararema destaca-se pela sua grande produção de orquídeas das mais variadas espécies. É conhecida nacionalmente como “A Cidade das Orquídeas”.
•     A cidade está inserida na Rota da Luz SP, do Programa Caminha São Paulo, criado pela Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, como proposta de jornada de fé, reflexão e meditação, no total de 201 km, de Mogi das Cruzes até Aparecida.
•     Guararema chamava-se, inicialmente, Arraial da Escada, quando foi fundada em meados do século XVI pelo capitão-mor cristão-novo Gaspar Cardoso.
•     A Vila de Luís Carlos, em Guararema, é um das paradas da Maria Fumaça 353. O local já foi cenário de filmes e de telenovelas.

Como chegar

Para ir até Guararema, saindo da Capital é preciso acessar a SP-070 (Rodovias Ayrton Senna e Governador Carvalho Pinto) até a saída 68, depois a SP-172/060 (Rodovia Nicola Capucci) e, por último, a SP-066 (Rodovia Henrique Eroles).




 
Mais informações: www.guararema.sp.gov.br