Ibirarema

Banhada ao sul pelo caudaloso rio Paranapanema, a cidade de Ibirarema está situada a 397,6 km de São Paulo e próxima a três importantes polos da região – Marília, Ourinhos e Assis. Com uma população de 7,8 mil habitantes (pelo IBGE de 2020), esse destino adquiriu o selo de Município de Interesse Turístico (MIT) em fevereiro de 2019, sendo inclusive uma das cidades que compõem a Região Turística Encantos do Vale do Paranapanema. Ibirarema, que em tupi-guarani significa “pau d’alho” (ou “madeira fétida”), localiza-se em meio a exuberantes e fertilíssimas terras onde predominava essa planta originária da América do Sul e que deu ao povoado, ainda nos idos de 1922, a sua primeira denominação, Pau D’Alho.


A geografia física em torno de Ibirarema é generosa. O município localiza-se na bacia hidrográfica do Médio Paranapanema, posicionado sobre o Aquífero Guarani, a segunda maior reserva de água doce do mundo. Mas, para além das terras que dão cana-de-açúcar, soja, milho e do polo industrial sucro-alcooleiro, além dos curtumes e frigoríficos, o visitante que chegar à cidade vai encontrar um agitado turismo de eventos, com várias atividades agendadas para todo o ano. Parte desse sucesso regional se deve ao fato de Ibirarema ser instituída oficialmente desde 2015 como a “Terra da Linguiça”, por ser esse um produto com receita exclusiva idealizada por cidadãos ibiraremenses, gerando oportunidades de negócios e festas com a gastronomia local.

O belo e caudaloso rio Paranapanema fica a 14 km do centro urbano do MIT Ibirarema 

 
Entre os muitos eventos, a Ecobike Ibirarema, que acontece em junho, é realizado em comemoração à Semana do Meio Ambiente, com passeio ciclístico no perímetro urbano. No mês seguinte, em julho, a Festa do Milho leva ao público pratos típicos à base de milho e apresentações musicais na Praça Francisco Duarte. Já em agosto, o Baile de Escolha da Rainha do Rodeio antecede as festividades da tradicional festa de rodeio do mês seguinte, também com desfiles, shows e danças. Setembro, por sua vez, traz a Ibirarema Rodeio Fest, com shows todas as noites e entrada franca e é considerada a melhor e mais tradicional festa de peão de boiadeiro de todo o Vale do Paranapanema, verdadeiro sucesso entre os visitantes, com gastronomia e diversões.


Mas é a Festa da Linguiça de Ibirarema um dos grandes atrativos da cidade, acontecendo sempre em abril, para divulgar a tradicional iguaria ibiraremense. O evento acontece na Praça Getúlio Vargas, promove o encontro entre amigos e famílias, tem praça de alimentação, brinquedos para as crianças, apresentações artísticas e um Concurso Gastronômico que escolhe os três melhores pratos tendo a linguiça como ingrediente principal. Para o turista, a cidade reserva inúmeras pousadas com piscinas, há grande número de restaurantes, pizzarias, lanchonetes e também casas que vendem a famosa linguiça. Ibirarema e sua população mostram assim, na prática, que tradição e uma vontade férrea fazem do turismo um grande e duradouro projeto.

 

Este destino tem o privilégio de dispor da nascente Barra Bonita, manancial de abastecimento público muito visitado

Curiosidades

• A 4,5 km do centro de Ibirarema há a nascente Barra Bonita, um manancial de abastecimento público que recebe visitantes e alunos, com acesso pela rodovia municipal Francisco Antunes Ribeiro (IBM-010) e a estrada municipal Emília Gomes Briganó (IBM-164).

• O Rio Paranapanema fica a 14km a sul do centro urbano de Ibirarema, chega-se a ele pela estrada municipal José Pereira da Silva – Zé Bailarino (IBM-030) e possui ranchos particulares com acesso ao rio.

• Ibirarema localiza-se no eixo de ligação das rodovias Raposo Tavares e Transbrasiliana que interliga os estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul, iniciado pela passagem da Estrada de Ferro Sorocabana em meados do decênio de 1910.



Como chegar

Para ir até Ibirarema, saindo de São Paulo, é preciso acessar a SP-280 (Rodovia Castelo Branco) até a saída 315-B, a SP-225 (Rodovia Eng João Baptista Cabral Rennó), a SP-327 (Rodovia Orlando Quagliato) e a SP-270 (Rodovia Raposo Tavares) até saída 405.




Mais informações: www.turismo.ibirarema.sp.gov.br