Igaraçu do Tietê

Igaraçu do Tietê é uma estância turística desde 1994 e de lá para cá vem aperfeiçoando e gerando seus atrativos que estão, quase todos, unidos às águas do rio Tietê, proporcionando um turismo fluvial de boa qualidade com esportes náuticos, passeios de barco, ou apenas mergulhos em suas águas. Distante 285 km da Capital, está localizada na microrregião de Jaú, e é limítrofe com Barra Bonita. Destaque para a hidrografia que é uma forte aliada desta cidade que conta com uma população estimada em 24.749 pessoas, pelo IBGE/2020. Com largura média de 145 m, o Tietê na sua margem esquerda é navegável em torno de 20 km dentro do município, propiciando, além dos esportes, a pesca e a navegação com a utilização de uma Eclusa. Este destino privilegiado em belezas naturais também é atravessado pelo Córrego Monjolinho, que se encontra despoluído e canalizado parcialmente em alguns trechos.

Atrativo bastante procurado é a praia Maria Do Carmo De Abreu Sodré, situada à Jusante da Eclusa de navegação, com formação natural pelas águas espraiadas do Rio Tietê, sendo a única praia fluvial da região. A infraestrutura é ponto positivo para seus visitantes, pois tem estacionamento para carros e ônibus, além de contar com campos de futebol, quadras poliesportivas, atracadouro para embarcações, vestiários públicos e quiosques para gastronomia. Próxima à praia há a Gruta Nossa Senhora de Lourdes com queda d'água que fica nas proximidades de uma cachoeira localizada no centro de um  paredão de  seis metros de altura cercado por árvores e  flores. Sempre em 11 de fevereiro, dia dedicado à “Santa da Gruta” (Nossa Senhora de Lourdes), é feriado municipal em Igaracu, que recebe inúmeros fiéis e turistas que visitam o local.

 

A praia Maria Do Carmo de Abreu Sodré, situada à Jusante da Eclusa de navegação, com formação pelas águas do Rio Tietê

O Turismo Religioso é forte nesta estância envolvendo também duas igrejas, a de Nossa Senhora do Carmo e de São Benedito. A primeira é conhecida como Igreja da Santa da Cara Limpa, construída pela família Imparato, imigrantes italianos, sendo esta Igreja similar à que a mesma família construiu na Itália.  Localizada na zona rural, próxima a uma estrada de terra, toda a fachada da Igreja e o corpo da imagem da santa exposta, permanecem cobertos de poeira, exceto o rosto da imagem, que permanece sempre limpo. Já a igreja de São Benedito é a primeira Igreja católica do município com diferencial arquitetônico e aberto à visitação. Este setor de religiosidade também conta com a Igreja Missionária de São Joaquim, localizada na Praça Coronel Joaquim Ribeiro, com arquitetura gótica moderna. Bom lembrar que esta praça tem um coreto.

Os igaraçuenses sentem-se orgulhosos ao mostrar para os visitantes a Ponte Campos Salles, também conhecida como a Ponte dos Arcos. Sua estrutura inteiramente metálica foi encomendada pelo então presidente da República Campos Salles, importada da Alemanha, montada em Barra Bonita e inaugurada no dia cinco de março de 1915. Hoje, unindo Barra Bonita a Igaracu do Tietê, possui entre os pilares centrais um alçapão que dá passagem às embarcações, que durante as enchentes no Rio Tietê, transportavam o café, cereais, madeiras e demais produtos da região, antes da construção das barragens. Esta estância, com opções de turismo de aventura, natureza, gastronomia e lazer, integra o Circuito Caminhos do Tietê que reúne cidades da região central do estado de São Paulo que se beneficiam do rio. Fazem parte deste roteiro: Ibitinga, Iacanga, Arealva, Itaju, Bariri, Bocaina, Itapuí, Jaú, Dois Córregos, Mineiros do Tietê, Barra Bonita e Igaraçu do Tietê. E muitos turistas aproveitam o belo panorama proporcionado pelo Mirante do Vale que engloba o Rio Tietê e Barra Bonita. Fica situado na Avenida João Tuschi.


 

Estância que conta com bom turismo fluvial para esportes náuticos, passeios de barco, ou apenas mergulhos em suas águas
 
Conta a história que a cidade de Igaraçu do Tietê não possui uma data exata de seu povoamento, sabe-se que a princípio o local era conhecido como São Joaquim, e que pertencia ao município de São Manuel-SP. No local havia um grupo de pioneiros explorando a fertilidade da terra, entre eles estava o Coronel Joaquim Ribeiro, proprietário de grande gleba territorial, e que por volta do ano de 1900, teve a ideia de formar um núcleo residencial e comercial e para isso, fez a doação de parte de suas terras dividindo-a em lotes. O  desenvolvimento acentuado do local elevou o patrimônio de São Joaquim à categoria de distrito, em outubro de 1903, com a denominação de Igaraçu, que em Tupi Guarani significa Canoa Grande e nesse período ainda pertencia à cidade de São Manuel. Em janeiro de 1939, o distrito foi transferido para a Comarca de Jahu-SP e seis anos mais tarde passou a figurar como 2º Sub-distrito de Paz de Barra Bonita. O crescimento alcançado por Igaraçu motivou a sua esperada elevação à categoria de município e a partir de dezembro de 1953 passou a ser conhecida como Igaraçu do Tietê.

Como chegar em Igaraçu do Tietê, partindo de São Paulo: SP-280 (Rodovia Castello Branco) até saída 210, SP-209 (Rodovia João Hipólito Martins), SP-300 (Rodovia Marechal Rondon) até saída 274-A e SP-255 (Rodovia João Lázaro de Almeida Prado).

 
Mais informações: www.igaracudotiete.sp.gov.br