Juquitiba

Localizada na Região Metropolitana de São Paulo, distante 72 km da Capital, Juquitiba é um dos MITs (Municípios de Interesse Turístico) do Estado de São Paulo, desde 2019, e é o lugar ideal para quem gosta de natureza e aventura. Seu nome, na língua tupi guarani, significa “terra de muitas águas”, nome dado por causa da sua grande quantidade de mananciais na região.

Formado pela sede e pelo Distrito de Barnabés, com 31.646 habitantes, segundo estimativa do IBGE/2020, e com uma área de 301,653 km² Juquitiba preserva em sua área boa parte da Mata Atlântica e é considerado patrimônio natural da humanidade pela Unesco, com 100% da área de proteção manancial, 67% de cobertura vegetal e protegida pela Lei de Mananciais. A natureza do município é rica, uma biodiversidade diversa com várias espécies de animais e plantas, o turismo ecológico é o forte da cidade, com várias práticas esportivas no meio da mata e as cachoeiras para recompor as energias. A cidade é ideal também para quem tem vontade de acampar.

Destaque para o Parque Estadual da Serra do Mar que é o maior parque do Estado de São Paulo e preserva a maior parte da Mata Atlântica no Brasil, com 332 mil hectares distribuídos em 10 núcleos, em 25 municípios, e cerca 1.361 espécies de animais e 1200 tipos de plantas. Neste cenário, Juquitiba faz parte do núcleo Itariru e Curucutu: o núcleo Itariru, ou “pedra preciosa” no tupi guarani, é considerado uma das áreas mais conservadas do Brasil e protege as únicas manchas de Floresta de Várzea de São Paulo; já o núcleo Curucutu que, segundo algumas lendas, seu nome foi dado por causa da grande diversidade de corujas, tem como seu destaque a preservação das nascentes e mananciais.

 


Represa Cachoeira do França, considerada uma das mais belas do Estado, é formada pelo Rio Juquiá e afluentes

 
Já o Parque Estadual do Jurupará tem grande importância ecológica, porque é dono de grande beleza natural e faz parte do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo. A maior parte está localizada em Ibiúna (98%), mas faz divisa com o município de Juquitiba. Pelas trilhas, é possível ver macaco-prego, preguiça, cutia, paca, serelepe, capivara, raposa, cachorro-do-mato, anta, garças, bem-te-vis e outras espécies. E esta amplitude da natureza chega na Represa Cachoeira do França, considerada uma das mais belas do Estado e um grande atrativo de Juquitiba, formada pelo Rio Juquiá e afluentes. Sua beleza chama a atenção pela fauna e flora abundantes e sua principal atração é a pesca esportiva e as atividades náuticas, como andar de barco.

Por tudo isso, a principal atração da cidade é o Turismo de Aventura, com muitas trilhas, arvorismo, canoagem e o rafting, sendo o município o primeiro a oferecer a prática desse esporte no país. Trata-se de descer corredeiras em um bote em equipe, e em Juquitiba ele acontece no Rio Juquiá e não precisa ter conhecimento e crianças a partir de sete anos podem participar, mas para quem gosta de adrenalina pode experimentar o percurso do Alto Juquiá.



Destino para quem gosta de natureza e aventura é a Cachoeira do bairro da Serra do Cafezal

 
A história da cidade nos conta que o povoado de Juquitiba tem início quando o casal Manoel Jesuíno Godinho e Francisca Maria da Penha doaram parte de suas terras para a construção de uma capela. Com o tempo, começou a surgir um vilarejo que passou a denominar-se Capela Nova da Bella Vista do Juquiá, até 27 de dezembro de 1907, quando mudou seu nome para Juquitiba. Em 1964, elevou-se à Município.


Como chegar

Para ir até Juquitiba, saindo de São Paulo, é preciso acessar a  BR-116 (Rodovia Régis Bittencourt) até a saída 326.


Mais informações: www.juquitiba.sp.gov.br