Limeira

Além do destacado turismo rural com suas fazendas históricas, Limeira, que é Município de Interesse Turístico - MIT desde 2017, é considerado a Capital Nacional da Joia Folheada, pela fabricação e exportação de joias e bijuterias e assim atrai cerca de 50 mil turistas por mês. Distante 145 km da Capital integra, juntamente com mais 12 cidades, a Região Turística da Serra do Itaqueri com ampla oferta de turismo cultural, de saúde, rural, de natureza, de eventos, de aventura e gastronômico.

Com uma população estimada em 308.482 pessoas  pela estimativa do IBGE/2020, Limeira pertence à Região Administrativa de Campinas e dispõe de atrativos de cunho histórico-cultural, em especial os remanescentes arquitetônicos ligados à herança cafeicultora e canavieira. Os destaques ficam com Fazendas históricas, como a Citra, a Quilombo, a Ibicaba, a Santa Gertrudes, a Itapema e a Morro Azul que já desenvolvem serviços receptivos para grupos de visitantes pré-agendados. Outro atrativo é o conjunto histórico formado pelas casas encontradas no Centro de Limeira, em especial nas ruas Barão de Cascalho e Senador Vergueiro e na praça Toledo Barros. São imóveis de construção antiga, em sua maioria do final do século XIX e primeiro quartel do século XX.

Já pelo setor de negócios, a cidade é forte no turismo de compras. Tem o título da Capital Nacional da Joia Folheada, que é o verdadeiro paraíso das compras para as mulheres: assim pode-se definir a Avenida Marechal Artur da Costa e Silva, onde existem mais de 600 lojas em diversas galerias que vendem semijoias banhadas e folheadas a ouro e prata, gerando 30 mil postos de trabalho. Conta com uma boa infraestrutura: estacionamento, banheiro, cafezinho e água para os clientes. Além disso, existem inúmeros restaurantes no local e até mesmo um hotel para receber turistas em compras. O sucesso é tão grande que a ALJOIAS, feira do setor realizada duas vezes ao ano, já movimenta US$ 18 milhões em negócios e na economia local. Trata-se da principal feira do setor de peças em bruto de semijoias e reúne os principais fabricantes do ramo, além de fornecedores de banhos, galvanoplastia, embalagens, pedras, acessórios e insumos.

 
 
O atrativo Palacete Levy é um ponto histórico e cultural da cidade, com estrutura arquitetônica neoclássica de 1881
 
O turismo de Limeira é bem diversificado. Muito além dos negócios, a natureza e a cultura são setores pródigos neste MIT, como o Horto Florestal Professor André Franco Montoro inaugurado em 1984 e fica a nove km do centro, na área de plantio de eucaliptos da antiga Ferrovia Paulista. Possui um belo lago com pedalinhos, Jardim Bíblico e minissitio. Com aproximadamente 300 alqueires, é um grande bosque de eucaliptos.  Este local agrega o Motódromo, o Kartódromo, a Pista de Aeromodelismo e o Zoológico Municipal. Cortado por rios, corredeiras, bosques, represas, e trilhas oferece para a população limeirense e seus visitantes uma estrutura para atividades recreativas que servem de motivo para reuniões de familiares e amigos.

No centro da cidade encontra-se mais um atrativo, a Gruta, inaugurada em meados de 1920. Possui um labirinto traçado sob a cúpula que reproduz um desenho de inúmeras representações antigas, principalmente em moedas gregas de Knossos, cunhadas entre os séculos I e VI a.C. Localizada na Praça Toledo Barros, foi concebida para servir como coreto, tendo sido construída à época da 1ª Guerra Mundial como monumento à paz. Reformada em 1990, por fora é revestida de pedras e por dentro é feita de tijolos, possuindo dois pavimentos, onde do superior se tem uma bela vista da praça.

O Parque Cidade de Limeira é outra atração. Localizado em uma área de 98,6 mil m², foi inaugurado em setembro de 2007. Pertencente à Prefeitura de Limeira, está localizado na Vila São João. Abriga estruturas de lazer e serviços municipais, tais como a Hípica Municipal, o Ginásio Municipal Vô Lucato, a Biblioteca Municipal e o Centro de Ciências. Há também ciclovia e pista para corrida/caminhada com 1.000 metros de extensão, lanchonete, parque infantil e brinquedoteca. Na mesma área, abriga a Secretaria Municipal de Educação, o Centro de Formação do Professor e o Teatro Nair Bello, com capacidade para 400 pessoas.

 
 
Construída durante a 1ª Guerra Mundial como monumento à paz, a Gruta foi reformada em 1990 e fica na Praça Toledo Barros
 

Mais um atrativo de Limeira: Palacete Levy, com estrutura arquitetônica neoclássica de 1881, e que hoje sedia a Secretaria Municipal da Cultura, a Oficina Cultural Regional Carlos Gomes e a Sociedade Pró-sinfônica de Limeira. Localizado na Rua Boa Morte com Alferes Franco, no Centro. Também, para visitação, o Edifício Prada construído em 1937 por Agostinho Prada, com o intuito de abrigar todas as instalações da antiga companhia Chapéus Prada S/A, que fabricava chapéus e feltros. Atualmente é sede da Prefeitura de Limeira, na Rua Prefeito Dr. Alberto Ferreira, 179 – Centro.

E o turismo religioso limeirense dispõe de alguns templos como a Catedral Nossa Senhora das Dores. É a primeira Igreja de Limeira, criada em 1824 e construída junto à fundação da cidade por Bento Manoel de Barros, o Barão de Campinas, considerado um dos primeiros povoadores do sertão da Tatuiby. Localizada na praça Luciano Esteves, é a principal igreja da cidade, sede da Diocese de Limeira.

Em tempo: a origem do nome do município envolve uma lenda popular na cidade, que fala de um frei franciscano chamado João das Mercês, que acompanhava uma caravana de bandeirantes se dirigindo para o interior do estado. Ali teria brotado uma limeira, que deu nome ao rancho e à cidade que foi fundada no ano de 1826, sob os auspícios do Capitão Luiz Manoel da Cunha Basta, o Fundador. Em 1842 o povoado foi elevado à categoria de vila, mas só em 1844 foi instalada a Câmara Municipal sendo seu primeiro presidente Manuel José de Carvalho. Limeira foi elevada à categoria de cidade no dia 18 de abril de 1863.

Como chegar

Para ir até Limeira, saindo da Capital, é preciso acessar a SP-348 (Rodovia dos Bandeirantes) até a saída 95, a SPA-102/330 (Rodovia Adalberto Panzan) e a SP-330 (Rodovia Anhanguera) até a saída 143.

 
Mais informações: www.limeira.sp.gov.br