Mendonša

Em Mendonça, o rio Tietê é um espelho d’água. Para o turista que busca sossego, diversão e belas paisagens em meio à fauna e flora, a cidade fica a 460 km de São Paulo e com 5.565 habitantes (pelo IBGE de 2020), compõe a Região Turística Coração do Tietê, no noroeste do Estado. Desde 2018, é um Município de Interesse Turístico – MIT e é bom destacar que a natureza dessa região do Estado é muito generosa tanto para seus moradores assim como para seus visitantes.

Destaque para a praia fluvial da Barra Mansa, mais conhecida como Prainha de Mendonça, no rio Tietê, que é considerada um equipamento turístico bem cuidado e tem capacidade para receber até cinco mil pessoas. Ali, o visitante vai encontrar três quilômetros de areia com infraestrutura de banheiros, salva-vidas, quiosques, espaço para futebol de praia, cais, piscinas com tobogã, lanchonete e área de camping. Pode-se ir de carro ou de moto à prainha, onde se paga uma tarifa para poder utilizar os quiosques em grupos de pessoas ou em família. O acesso ao local se faz pela rodovia SP-304, na altura do km 460.
 
 
A praia fluvial da Barra Mansa, conhecida como Prainha de Mendonça, no rio Tietê, é um equipamento turístico bem cuidado
 
Além do Turismo Fluvial com a Prainha, os ranchos particulares que ficam ao longo da Estrada Municipal são condomínios residenciais com infraestrutura para o turismo de lazer e pesca, com parques à beira do rio e áreas de camping. A cidade também tem locais reservados, ao longo da Rodovia Vicinal Mendonça, para a prática de pesca de barranco, com estaleiro, dispondo de alugueis de barcos, com campings abertos em meio à mata. O turista que chegar a esses equipamentos também vai encontrar locais próximos ao rio para a observação da fauna e da flora local. Mendonça também oferece turismo religioso, de compras, de eventos e de aventuras ao longo de todo o ano.


Vale a pena conferir que o Recinto de Exposições Ruy Barufi sedia a Festa do Peão de Mendonça (que ocorre em junho ou em dezembro, atraindo 10 mil pessoas), a Festa de Santos Reis (na segunda semana de janeiro e recebe cinco mil pessoas), a Cavalgada dos Amigos de Mendonça (em 1º de maio, percorrendo um trajeto de três quilômetros) e a Festa das Nações (em dezembro). A Procissão dos Barcos é um evento religioso que acontece no dia 12 de outubro, na Gruta dos Corimbatás, recebendo fieis e devotos de diversos lugares. E entre as atrações culturais de Mendonça, está o Campeonato de Canto de Canários do Reino, que acontece duas vezes por ano (maio e novembro), atraindo criadores da região e, neste torneio, ganha o canário que tiver o canto mais longo. Bom atrativo.

 
 
O Recinto de Exposições Ruy Barufi sedia a Festa do Peão de Mendonça, a Festa de Santos Reis e a Festa das Nações 
 
Conta a história que Mendonça teve sua origem no final da década de 1920, quando diversas famílias buscavam terras cultiváveis no interior paulista. Seu nome se deu em homenagem à Dona Maria Amaral Mendonça de Souza, esposa do dono das terras onde se fundou o povoado. Mais adiante, o local foi denominado de Vila Mendonça, só recebendo o nome atual quando se emancipou, em 1960.



Como chegar

Para ir até Mendonça, saindo de São Paulo, é preciso acessar a SP-348 (Rodovia dos Bandeirantes) até a saída 168, a SP-310 (Rodovia Washington Luiz) até a saída 287, a SP-331 (Rodovia Victor Maida) e a SP-304 (várias denominações) até a saída do km 466.


Mais informações: www.mendonca.sp.gov.br