Nazaré Paulista

Não muito distante da Capital – 88 km – encontra-se um dos Municípios de Interesse do Estado de São Paulo – MIT, Nazaré Paulista. Encravado na Serra da Mantiqueira, possui uma área de 322 quilômetros e está localizada na Mesorregião de Campinas e Microrregião de Bragança Paulista e sua população é de 18.698 habitantes, segundo o IBGE de 2020. Localizada na Região Turística “Entre Serras e Águas”, Nazaré Paulista é um lugar serrano, com mais de mil metros de altitude, que permite ao turista um clima agradável para o ecoturismo, repleto de natureza, com cachoeiras, nascentes e águas represadas.

O destaque fica para a Represa Atibainha que é um espaço dedicado para quem quer mergulhar, andar de barco ou praticar pesca esportiva.  Caso queira um espaço mais tranquilo para se conectar com a natureza, poderá visitar a Cachoeira Gavirutuva. Além da Represa, a cidade também possui uma parte do Parque Estadual Itaberaba, localizado entre os municípios Arujá, Guarulhos, Mairiporã, Santa Isabel e Nazaré Paulista. Criado em 2010, ele é um importante corredor ecológico, entre a Serra da Cantareira e a Serra da Mantiqueira, e sua área de mais de 15 mil hectares preserva importantes remanescentes da Mata Atlântica e bacias hidrográficas que abastecem o Sistema Cantareira. O parque também abriga inúmeras espécies de animais ameaçados de extinção.

Os interessados em Turismo Cultural para conhecer mais sobre a história da cidade, bom fazer uma visitação à Casa de Francisco Derosa, construída no início do século XX, que pertenceu ao prefeito da época e fundador da primeira escola do município. Outra casa para conhecer é a Casa dos Escravos, uma construção do século XVII que ainda mantém a sua estrutura inicial e parte da mobília original localizada no Bairro do Cuiabá. Tem mais: Nazaré mantém a tradição, à devoção a São Gonçalo. Trata-se de uma dança de cunho especialmente religioso, quase sempre em pagamento de promessa, expressando de forma especial a São Gonçalo, conhecido entre os devotos como "Gonçalo de Amarante", que nasceu e viveu em Portugal. A festa em sua homenagem chegou ao município no fim do século 17 e, segundo a lenda, trazia "paz e conforto" aos bandeirantes que passavam pela região.

 
 
Nazaré Paulista mantém a tradição à devoção a São Gonçalo, por uma dança de cunho especialmente religioso
 
Nazaré paulista também se destaca pela produção de cana-de-açúcar para cachaça. Por isso, o visitante não pode deixar de passar nos Alambiques locais para ver como é feita a produção da cachaça, desde a colheita da cana-de-açúcar até o engarrafamento. Antes de ir embora, o turista pode passar na Praça Álvaro Guião, onde sempre acontecem exposições artesanais, apresentações culturais e alguns eventos da região.

A história deste MIT tem início na capela de Nossa Senhora de Nazaré construída em 1976 pelo fundador do povoado, o bandeirante Matias Lopes, no município de Atibaia. Com o passar dos anos foi crescendo e ganhando sua independência. No dia 10 de junho de 1850, elevou-se à categoria de Município. No início, a cidade se chamava Nazareth, mas em 1944 seu nome foi modificado para Nazaré Paulista. É contado na cidade que, na época que Matias Lopes construiu a capela, seu irmão também construiu outra a cinco km de distância da atual cidade, mas só havia uma imagem que ficava na capela construída por Matias. Certa noite, seu irmão pegou a imagem e levou até sua capela, mas a imagem retornou para a capela do Matias, isso ocorreu várias vezes até a desistência do seu irmão. A Igreja Matriz Nossa Senhora de Nazaré é o marco inicial da cidade e está em pé até os dias atuais, com um estilo arcaico e barroco, com trabalhos em entalhamento em madeira e imagens antigas e originais de Portugal.

 
 
Represa Atibainha é um espaço para quem quer mergulhar, andar de barco ou praticar pesca esportiva
 
Como chegar

Para ir até Nazaré Paulista, saindo de São Paulo, é preciso acessar a BR-381 (Rodovia Fernão Dias) até a saída 36-A, a SP-065 (Rodovia Dom Pedro I) até a saída 52 e a SP-036.

 
Mais informações: www.nazarepaulista.sp.gov.br