Santa Cruz do Rio Pardo

 

Santa Cruz do Rio Pardo, com 47.943 habitantes, segundo estimativas do IBGE/2020, possui inúmeras atrações, entre elas as de cunho cultural, eventos religiosos, esportivos e, principalmente, suas belezas naturais que podem motivar o turista a conhecer a cidade e a desfrutar de seus benefícios e atrativos. Por tudo isso foi contemplado com título de Município de Interesse Turístico – MIT, em outubro de 2017.  Na atualidade, este destino destaca-se tanto por sua economia forte quanto por sua população gentil, suas peculiaridades interioranas, a beleza da cidade em si e pelo caudaloso rio Pardo que dá nome à cidade.



Economicamente, Santa Cruz do Rio Pardo dedicou-se inicialmente à agricultura e à pecuária e com o advento da industrialização, tornou-se a maior beneficiadora de arroz no Estado de São Paulo. Os tempos mudaram e a sua economia também. Hoje, a produção agrícola, embora seja bastante forte, não é a principal fonte de renda dos trabalhadores do município. A indústria tornou-se muito forte, principalmente a alimentícia, com a produção de pão de alho, molho de pimenta, sorvete, ração para animais de estimação, entre outros. Santa Cruz é também tem uma produção expressiva em calçados femininos.
 


A réplica de uma Locomotiva, que faz um pequeno trajeto, é atração o ano inteiro para moradores e turistas

 

Distante 344 km da Capital, a cidade orgulha-se de seu Turismo Gastronômico que envolve uma extensa gama de opções para quem deseja passar momentos de lazer, em meio a uma diversidade de restaurantes e bares, e também para aqueles que buscam agitação e diversão noturna, além dos tradicionais food-trucks, que semanalmente organizam eventos em praças abertas com grande público. E quando o tema passa pelo Histórico e Cultural, é bem representado pelo patrimônio e pelo acervo cultural. A cidade possui bom acervo e uma história que está presente em sua arquitetura e no Museu Histórico e Pedagógico “Ernesto Bertoldi”, outrora pertencente à Estrada de Ferro Sorocabana. Vale dizer que a Estação de Santa Cruz do Rio Pardo foi inaugurada em 1908 como ponta do ramal e seu projeto foi feito pelo arquiteto Ramos de Azevedo.  Tem mais: no local há a Estação Kafé, além de uma réplica da locomotiva. Grande atração turística. 

 

 

Muito significativo, o Turismo Religioso se concretiza através de peregrinações à Gruta “Nossa Senhora das Graças” ou Gruta do Binão e às suas belas igrejas, além de diversas capelas rurais históricas espalhadas por todo município. Já passando pelo Turismo Ecológico e pelo Rural, as atividades turísticas estão atreladas ao famoso rio Pardo - que atravessa a cidade e  é o principal rio da Bacia Hidrográfica do Médio Paranapanema -além do Parque Ecológico Municipal, que detém grande potencial para inúmeras atividades relacionadas à natureza. Turistas ficam atraídos pelo

envolvimento ou observação de modalidades esportivas em destaque para a famosa Corrida de Bóia pelas águas do Rio Pardo, Jogos Santa-cruzenses, MotorShow e as partidas de futebol realizadas pela Associação Esportiva Santacruzense.



 O belo Parque Ecológico Municipal detém grande potencial para inúmeras atividades relacionadas à natureza

 

Tem mais: os eventos são responsáveis por muita movimentação neste destino que possui um calendário bastante forte, que tem atraído muitos visitantes e assim viabilizando a cadeia produtiva do turismo.  Como exemplo, Rock Rio Pardo, Festa de Peão de Santa Cruz do Rio Pardo, Festival Sertanejo, Carnaval, Mãe Fest, são todos eventos musicais realizados durante todo o ano. Alegram moradores e visitantes. 


 

Conta a história que origem do município se dá por volta de 1850 quando José Theodoro de Souza e depois Joaquim Manuel de Andrade e Manoel Francisco Soares, sertanistas mineiros colonizaram o distante bairro de Santa Cruz, habitado pelos índio coroados. Uma cruz às margens do rio pardacento e iluminada à noite para espantar os índios daria origem ao nome do município. Tornou-se Distrito em 1852, Município em 1866, Comarca em 1883 e, finalmente, Cidade em 1920. Hoje a cidade é formada pela sede e pelos distritos de Caporanga, Clarínia e Sodrélia.


 

Como chegar

Para ir até Santa Cruz do Rio Pardo, saindo de São Paulo, é preciso acessar a SP-280 (Rodovia Castello Branco) até a saída 315-B, a SP-225 (Rodovia Eng. João Baptista Cabral Rennó) até a saída 317 e novamente a SP-225 (Eng. João Baptista Cabral Rennó).


 

Mais informações: www.santacruzdoriopardo.sp.gov.br