Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 18 de setembro de 2021.
 
 
05/06/2019
Notícias
SETUR recebe interlocutores regionais
Evento abordou a promoção e o desenvolvimento descentralizado de ações de turismo junto a agentes públicos e privados no território paulista
 
A Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo (SETUR) realizou nesta segunda-feira, 03 de junho, o 2º Encontro com Interlocutores Regionais, onde compareceram 84 representantes paulistas de mais de 30 regiões turísticas (RT). O ciclo de palestras teve como objetivo analisar informações e compartilhar experiências para orientar a promoção dos destinos turísticos e ampliar a profissionalização do marketing turístico do Estado.
 
No simpósio, abordaram-se temas como: a função primordial do interlocutor como agente de desenvolvimento regional, as linhas de crédito e de financiamento do Ministério do Turismo (MTur).  Também foram citados os novos critérios do Mapa do Turismo Brasileiro 2019, que é uma ferramenta de gestão do Programa de Regionalização do Turismo que bianualmente cadastra municípios e regiões turísticas.
 
Abrindo os trabalhos do dia, o secretário executivo de Turismo do Estado de São Paulo Marcelo Costa saudou todos os profissionais do trade, dos setores público e privado, que estiveram presentes e enfatizou a importância dessas rodas de discussão. Segundo Costa, “a meta da SETUR é transformar o turismo paulista como produto, agregar a ele uma maior expressividade e buscar assim um posicionamento para que São Paulo se torne uma referência como destino para o Brasil e o mundo”.
 
Também palestraram no Encontro o Coordenador de Turismo da SETUR, Vanilson Fickert, que relembrou em painéis a timeline do setor no Estado de São Paulo ao longo de vários governos, e a coordenadora de Gestão Territorial e Mapeamento do Turismo do MTur, Ana Carla Moura, que explicou a política de estruturação do Turismo nacional e o Programa de Regionalização do Turismo.
 
Este Programa, criado em 2004 pelo MTur, tem como objetivo estruturar, desenvolver e promover o turismo de forma descentralizada junto aos agentes públicos e privados que se encontram na ponta da atividade turística. No entanto, antecipando tendências nacionais, o Estado de São Paulo já trabalhava a atividade turística regionalmente desde a década de 1990.


Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite