Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 23 de setembro de 2020.
 
 
24/01/2020
Notícias
Oferta de voos nacionais cresce 3% em Campinas, diz estudo


Segundo levantamento do Centro de Inteligência da Economia do Turismo, aéreas bateram em 38% a meta de novas frequências em todo o Estado de São Paulo após redução do ICMS sobre o querosene


Viracopos registrou aumento de 3% no total de frequências aéreas nacionais no segundo semestre de 2019, na comparação com 2018. No mesmo período seis novas rotas foram abertas: Araraquara, Belém (PA), Guarapuava (PR), Rondonópolis e Sinop (MT) e Vitória da Conquista (BA). Os dados foram levantados pelo Centro de Inteligência e Economia do Turismo, da Secretaria de Turismo do Estado, com base em informações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear). No segundo semestre de 2019, Viracopos teve 24.270 frequências nacionais, contra 23.581 no mesmo período de 2018. 

No contraponto das seis novas rotas, Lages (SC) e Feira de Santana (BA) deixaram de operar, e outras, como para o Aeroporto Santos Dumont, tiveram redução da oferta – de 13,4% no caso do aeroporto carioca. Já entre os maiores crescimentos estão as rotas para o Galeão, no Rio de Janeiro, com 28,5% mais frequências, Maringá, 25,2%, Manaus, 21,5%, Recife, 11% e Brasília, com 10,7%. Os campões de crescimento percentual, contudo, foram Corumbá (MS), que no segundo semestre de 2019 teve 103 frequências, contra 51 em igual período de 2018 ( 101,9%) e Petrolina (PE), que registrou aumento de 81,8% - de 55 para 100 frequências aéreas.

Brasil - Até dezembro de 2019, as companhias aéreas Azul, Gol, Latam, Passaredo e Two Flex abriram 676 novas frequências, por semana, a partir dos aeroportos paulistas, como efeito da redução do ICMS sobre querosene de aviação em São Paulo. O resultado ultrapassou em 38% o compromisso assumido inicialmente pelas empresas de criar 490 novas frequências a partir da diminuição do imposto.

O aumento da oferta foi distribuído por todo o Brasil, com novas ligações para 22 estados e o Distrito Federal. No interior paulista, três novos aeroportos passaram a receber voos regulares: Araraquara, Barretos e Franca, totalizando dez cidades atendidas, sem contar Campinas, Guarulhos e a capital. Mais três estão em previsão para 2020: Guarujá, São Carlos e Votuporanga.

Sete novos aeroportos de outros estados passaram receber voos de São Paulo: Guarapuava (Paraná), Montes Claros e Uberaba (Minas Gerais), Rio Branco (Acre), Macaé e Jacarepaguá (Rio de Janeiro) e Sinop (Mato Grosso). “Esse resultado demonstra a correção da medida adotada pelo Governo do Estado, que está distribuindo desenvolvimento por todas as regiões”, disse Vinicius Lummertz, secretário estadual de Turismo.

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite