Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 27 de novembro de 2020.
 
 
04/06/2020
Notícias
OMT APONTA CAMINHOS PARA A RETOMADA DO TURISMO EM SP E NO BRASIL
Segundo o secretário-geral da organização, Zurab Pololikashvili, potencial paulista para o turismo de saúde pode atrair investidores no pós-pandemia
 
Posicionar o Estado de São Paulo como um destino voltado ao turismo de saúde é importante para o Brasil e a América Latina como um todo, pois a região precisa de melhores hospitais e tratamentos médicos específicos, o que têm forte apelo aos investidores internacionais. A opinião é do secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), Zurab Pololikashvili, que participou do primeiro “Broadcast São Paulo Pra Todos”, dirigido a empresários do setor, na tarde de terça-feira (2). “Posicionar São Paulo como um destino de saúde é um tema importante para as Américas, não só para o Brasil, pois a região precisa de bons hospitais. Não digo apenas hospitais públicos, mas tratamentos específicos”, disse Zurab.
 
O debate foi conduzido pelo secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Vinicius Lummertz, anfitrião do evento. “Entre as vantagens de São Paulo estão a malha aérea, já que o Estado é o principal hub da região, e a rede hoteleira variada”, afirmou o secretário. A transmissão ao vivo também abordou o potencial brasileiro para receber os resorts integrados a cassinos, mercado que atrai grandes investimentos, principalmente da China e do Sudeste Asiático, tema defendido por Lummertz desde quando era ministro do Turismo.
 
O broadcast foi o primeiro de uma série promovida pela Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo. O evento de estreia teve audiência de 1.300 espectadores. A proposta é realizar esses encontros virtuais a cada quinze dias. Além do secretário-geral da OMT, também foi convidada para esta edição a pesquisadora e PhD Dan Wang, professora da Escola de Hotelaria e Turismo da Universidade Politécnica de Hong Kong, na China.
 
 
Retomada 

Em sua exposição, Zurab Pololikashvili relatou o exemplo do arquipélago espanhol das Ilhas Canárias, localizado no Oceano Atlântico, na costa noroeste da África. Na volta às atividades, o governo local emitirá certificados eletrônicos, um tipo de passaportes sanitário digital para atestar que os turistas não estão contaminados e fazer o monitoramento desses visitantes.
 
Já a professora Dan Wang, apresentou exemplos do uso de tecnologia e smart destinations (destinos turísticos inteligentes). De acordo com a pesquisadora, para encorajar os visitantes, alguns aeroportos chineses passaram a adotar soluções com serviços 100% autônomos, evitando o contato direto entre passageiros e equipes de atendimento, para evitar filas e aglomerações. “As pessoas têm necessidade de viajar, é a natureza do ser humano. As atividades comerciais vão empurrar as viagens de volta ao normal, mas a grande questão é como vamos nos preparar de forma proativa para passar confiança aos viajantes”, disse Dan Wang.
 
Durante o primeiro “Broadcast São Paulo Pra Todos”, empresários e profissionais da área puderam encaminhar perguntas e sugestões. Um dos destaques foi a tradução simultânea por legenda, que facilitou o acompanhamento e a interação, recebendo muitos elogios dos participantes. A próxima edição será em 16 de junho.

Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite