Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 03 de dezembro de 2021.
 
 
09/12/2020
Acervo
Ubatuba.
Açaí com sorvete de leite em pó. Essa é a receita do Casadinho, uma iguaria especializada que é oferecida a um preço bem razoável aos turistas nas sorveterias do centro de Ubatuba, a extraordinária estância turística localizada a 220 km de São Paulo. Embora a gastronomia variada, que atende a todos os bolsos e gostos, não seja exatamente o prato principal desse destino, a cidade em si é de dar água na boca. Sendo o último município do Litoral Norte paulista antes dos limites com o Rio de Janeiro, Ubatuba oferece ao visitante o esplendor da Mata Atlântica que margeia a franja da costa, belas porções de areia, mais de 100 praias de tirar o fôlego (cada uma com sua característica) e as águas do mar nas cores verde e azul, das algas marinhas que ali habitam.

Há Ubatuba para todas as preferências, tanto para os que estão à procura de descanso, como para os turistas em busca de agito. Para os que procuram banhos de cachoeira, mergulhos e passeios de escunas e lanchas, a geografia do lugar é um atrativo sem igual. A estância, chamada de “a Capital Paulista do Surfe”, tem quase 92 mil habitantes (pela contagem do IBGE de 2020) e, graças ao esplendor de seu litoral e o vigor de sua rede hoteleira, tem capacidade para receber um milhão de turistas somente para as festas de fim de ano. De qualquer forma, o verão é a estação por excelência em Ubatuba, também conhecida como “Ubachuva”, com temperaturas que beiram os 30°C e graças ao seu já famoso índice pluviométrico, que varia de 320 mm a 350 mm.


 
Esta é a Praia da Fazenda, uma das 100 praias de Ubatuba de tirar o fôlego


Praia da Fazenda - Ubatuba / SP - Foto: Ken Chu - expressão studio
 

Há lugarzinhos de Ubatuba que são points para turistas avisados e os não avisados. Na cidade, a gastronomia tem espaço garantido em Itaguá, o bairro central que, mesmo sendo pequenino, oferece opções de bares bacanas, restaurantes e lanchonetes jeitosas. Para o turista que curte refúgios naturais, a Ilha das Couves é recomendada, por ser um destino de dar água na boca e não tem quem saia dali sem se impactar com a beleza local. Chega-se a ela de barco e é necessário ir até Picinguaba e pegar o transporte na vila, recomenda-se que sejam levados comes e bebes (e que se traga o lixo, na volta). Outra opção de ilha famosa é a Anchieta, para quem gosta de praias e trilhas. Ali, a natureza está preservada e chega-se a esse paraíso por meio de escunas.

A trilha das Sete Praias merece um dia inteiro da atenção do turista. São quase dez quilômetros de caminhada, sem muito esforço, o que se pode fazer em quatro horas de trajeto, com paisagens fascinantes como as praias do Bonete, do Cedro e Praia Grande, da Fortaleza e da Lagoinha. Em matéria de litoral, Ubatuba oferece as praias do norte, mais rústicas, com menos estrutura e mais preservadas, como as do Félix, de Itamambuca, a fotogênica Prumirim e a tranquila Praia da Almada. Já as praias do sul ubatubense são mais procuradas, como a concorrida Praia Grande, as famosas praias da Enseada, das Toninhas e da Lagoinha. Ubatuba é assim, a natureza que explode aos olhos do visitante, um destino certeiro para sempre ir, voltar e relembrar.

 
A estátua representa a imagem do padre jesuíta José de Anchieta, que desembarcou no local para pacificar índios Tamoios


Estátua do Anchieta - Ubatuba / SP - Foto: Ken Chu - expressão studio
 


Não deixe de ir

• ...ao Casarão do Porto, um centro cultural que funciona na Praça Anchieta, datado de 1846.

• ...ao Paço Nóbrega, que está num prédio do século XIX, onde hoje funciona a Secretaria de Turismo de Ubatuba.

• ...à Igreja Matriz de Ubatuba (da Exaltação da Santa Cruz), também do século XIX e que fica na Praça Matriz, dotada de um belo coreto.

• Para levar os pequenos, nada melhor do que ir ao Aquário de Ubatuba, há também a Praça da Baleia, onde está exposto um esqueleto de uma baleia jubarte. E, claro, ao Projeto Tamar, no bairro do Itaguá, onde estão as tartarugas marinhas resgatadas no Litoral Norte paulista.

Curiosidades

• O nome Ubatuba, em tupi guarani, significa “terra de muitas canoas” (de onde “ubá” = canoa e “tuba” = lugar com muita quantidade).

• Nos primórdios do Brasil, a região litorânea de Ubatuba era ocupada pelos índios tupinambás, que se reuniam em muitas canoas para expedições contra os portugueses e outras tribos, no século XVI.

• No esforço para colonizar a área, por ordem do governador-geral, em 26 de outubro de 1637, a aldeia de Iperoig foi elevada à vila, com o nome de Vila Nova da Exaltação à Santa Cruz do Salvador de Ubatuba.

• O engenheiro Mariano Montesanti inaugurou no dia 21 de abril de 1933 uma rodovia que descia para Ubatuba a partir de Taubaté, o que deu impulso enorme ao litoral norte paulista. Em 1948, Ubatuba chega à categoria de estância balneária.

• Em 2001, o longa-metragem “Desmundo”, dirigido por Alain Fresnot, teve Ubatuba como cenário, filmado em praias como a do Prumirim e de Puruba. A história do filme se passa na segunda metade do século XVI.


Como chegar

Para ir até Ubatuba, saindo da Capital, é preciso acessar a SP-070 (Rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto) e a SP-125 (Rodovia Oswaldo Cruz).

 

Mais informações:  www.ubatuba.sp.gov.br



Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite