Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 03 de dezembro de 2021.
 
 
16/07/2021
Cidades do mapa
Tremembé
Tremembé, com uma bagagem Histórico Cultural bem acentuada no Vale do Paraíba, é uma estância turística desde dezembro de 1993 da região de Taubaté e conta com uma população estimada pelo IBGE/2020, de 47.714 pessoas. Distante 143 km da Capital, integra o Circuito Turístico da Cultura Caipira e também a Rota da Liberdade e por isso os tremembeenses se sentem orgulhosos ao confirmar todo potencial turístico deste município que recebe visitantes para diversificados atrativos. Os encantos deste destino localizado aos pés da Serra da Mantiqueira envolvem conventos, igrejas, capelas, mirantes com belos panoramas do Vale, bicas e águas santas, trilhas e até uma histórica estação da Estrada de Ferro da Central do Brasil. Há gosto para todos.


O Turismo Religioso nesta estância passa pela Basílica do Senhor Bom Jesus construída no século XIX e localizada na Praça Padre Luís Balmes. Hoje representa hoje um dos maiores centros de peregrinação da região. Após muitas reformas recebeu do Papa Paulo VI o título de Basílica Menor, que são basílicas de importância para a fé católica, porém localizadas fora de Roma. E dentre as principais atrações da cidade, encontra-se a tradicional Festa do Bom Senhor Jesus de Tremembé realizada anualmente entre os meses de julho e agosto. É considerada uma das maiores festas do Vale do Paraíba, recebendo cerca de 500 mil pessoas em 10 dias por isso esta Basílica é uma importante atração. Há também a Fonte da Água Santa, e conta a lenda que um pequeno fio de água brotara aos pés da imagem do Senhor Bom Jesus, dando sua origem e foi inaugurada em novembro de 1884.

 


A Estação Ferroviária, de 1914, hoje é um local para a realização de eventos e abriga também um restaurante

 
As atrações do município são múltiplas. Há o Mirante Old West que  proporciona vista panorâmica da cidade e fica no Bairro Mato Dentro e o Mirante São Gotardo com vista de todo o Vale do Paraíba e no Parque São Gotardo. Já a Pedra Branca, reserva de interesse ecológico com 635 hectares, é um importante espaço da Mata Atlântica do Vale. Atualmente Tremembé percebe um novo turista que descobriu estradas rurais para o desenvolvimento do ciclo turismo. As trilhas de bicicletas e motos por entre trilhas radicais e rodeadas pela natureza são um dos esportes mais praticados na cidade e as regiões mais procuradas são as que ligam Tremembé a Monteiro Lobato e Campos do Jordão. Estima-se que semanalmente as trilhas recebem cerca de 300 ciclistas. Junta-se a este cenário a beleza da cachoeira Piracoma, uma queda d’água de cerca de quatro metros, localizada na Estrada da Fazenda Canegai.


Esta estância turística possui também locais de proximidade com a natureza como o Horto Municipal que é um refúgio verde a poucos minutos do centro da cidade.  Espaço propício para piqueniques, caminhadas à beira do lago, até com playground para a criançada. Para os adultos há pista de caminhada e corrida de quatro km, além dos aparelhos na academia ao ar livre e quiosques. E para os que apreciam a história, Tremembé dispõe da Estação Ferroviária Paulo Frontin, local para a realização de eventos, por ser um espaço aberto e que comporta um grande número de pessoas. Foi inaugurada em 1914. Hoje a Estação abriga também um restaurante e transformou-se em um local muito procurado pelos turistas. E a gastronomia é forte na cidade o que motiva a realização da Festa do Arroz, sempre no mês de maio. Trata-se de uma tradição vinda pela comunidade japonesa que vive em Tremembé e na festa há vários pratos diferentes, doces e salgados, todos com utilização do arroz, para apresentar ao povo essa cultura. Em tempo: os arrozais pelo campo também são pontos de destaque.


 

Refúgio para quem gosta de natureza, o Horto Municipal oferece lazer e alegria para adultos e crianças

As vocações de Tremembé estão ligadas a dois importantes percursos turísticos como a Rota da Liberdade e o Circuito da Cultura Caipira. Na Rota, a força da presença negra se faz sentir na história, na arte, economia e na vida de 15 cidades, como Tremembé. O projeto segue orientações da Unesco e mapeia os passos dos negros africanos que passaram pelos ciclos do ouro, da cana de açúcar e do café, em terras paulistas. Já o Circuito da Cultura Caipira, com dez municípios, inclusive Tremembé, tem o objetivo de atrair mais turistas e aumentar a permanência deles na região por meio de roteiros integrados, com base em muita tradição. Vale saber que Tremembé, em tupi, significa local encharcado. A cidade foi fundada em 1660, chegou a ser chamada de Jacques Félix e em 1896 emancipou-se de Taubaté.


Como chegar.


Para ir até Tremembé, saindo da Capital, é preciso acessar a BR-116 (Rodovia Presidente Dutra) até a saída 118, a SP-123 (Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro) e a SPA-017/123 (Rodovia Pedro Celete).



 
Mais informações: www.tremembe.sp.gov.br
 


Atalhos da página

Rede Corporativa e-Solution Backsite